terça-feira, 6 de abril de 2010

Espanhol Básico I (2010)

A definição de "contrabando" abaixo foi retirada do site da RAE (www.rae.es):


Contrabando.

(De contra y bando, edicto, ley).

1. m. Comercio o producción de géneros prohibidos por las leyes a los particulares.

2. m. Introducción o exportación de géneros sin pagar los derechos de aduana a que están sometidos legalmente.

3. m. Mercaderías o géneros prohibidos o introducidos fraudulentamente.

4. m. Aquello que es o tiene apariencia de ilícito, aunque no lo sea. Venir de contrabando. Llevar algún contrabando.

5. m. Cosa que se hace contra el uso ordinario.

6. m. ant. Cosa hecha contra un bando o pregón público.



A partir dela, comente se você acha que no filme "El baño del Papa", para os personagens principais, o contrabando é visto da mesma forma como no dicionário. Justifique sua resposta e a partir dela, crie uma definição de "contrabando" que se assemelhe à idéia dos personagens (se você entrar como "anômino", não esqueça de pôr seu nome junto ao comentário).

38 comentários:

  1. bom, pelo que pude entender sobre o filme o (contrabando) a os personagens, era visto como um trabalho, como unico meio ate certo momento de sobrevivencia.muitaz veses sofrido para eles. embora ilegal.mas na opniao que tive sobre o filme e a situaçao em si, é que entre a relaçao das pesssoas ali, a palavra contrabando nao era algo imoral ou ilicito,era sim uma saida, minima pra o sustento deles e suas familias. e com toda certeza era um empulso,pra eles seguir a vida e sonhar com dias melhores. Ana CRISTINA Gonçalves Rodrigues.

    ResponderExcluir
  2. Creio que o item 5 do dicionário da RAE sobre "contrabando" é mais acolhedor para compreendermos a realidade dos personagens de "El baño del Papa", pois quem coloca o que os personagens ( pessoas ) fazem para sobreviver como "ato ilegal" é a ordem, ou seja, os Estados - Uruguay e Brasil. Então, o que os leva a arriscarem suas vidas é o que justamente os condena por outro lado: a própria "ordem", já que foi ela que devido a sua fomentação tanto socieconômica quanto político-cultural, não apresentou outras saídas para a subsistência das famílias dos personagens, e os "empurrou" para a propria ilegalidade que estabelesce como "Cosa que se hace contra el uso ordinario". A ordem em si na região, em ambos os lados - uruguaio e brasileiro - seria a "desordem" agrária onde se tem muitas proporções de terras nas mãos de poucos, poucas formas de subrevivência da maioria da população que não possuí alternativas - e que migrou para o meio urbano - já que o direito a terra foi negado ou tomado, desde a colonização e as guerras fundiárias contemporâneas.

    ResponderExcluir
  3. gostei do filme, dos personagens, e concordo com o colega Leandro em seu comentário quando diz: que a ordem os empurrou para a própria ilegalidade.No filme temos a pobreza, a luta para sair dela, o amor, a família e a esperança. Ana Luisa -

    ResponderExcluir
  4. Márcio Gonçalves Mór8 de abril de 2010 11:35

    Talvez a definição de número 4 mais se aproxime da realidade dos personagens, dizendo que contrabando seria: "Aquilo que é ou tem aparência de ilícito, ainda que não o seja".
    Penso que na concepção dos personagens do filme “El baño del Papa” o contrabando é visto como única alternativa, para que possam ter o pouco que conseguem. Apesar de terem a consciência de que se trata de um crime, pois o fazem de modo clandestino e estão sujeitos a fiscalização. Valem-se também da sensação de certa impunidade para praticarem o contrabando, como mostra o trecho do filme em que o protagonista tem a escolha de seguir o caminho fiscalizado ou o “liberado” pelo governo, que é sabedor da sua existência deste mesmo caminho.
    Portanto, sabem que se trata de ato ilegal, mas também sabem que faz parte do sistema de um governo que os deixa brechas para que possam encontrar sua forma de subsistência, diante da impotência de lhes oferecer meios alternativos de sobrevivência.

    ResponderExcluir
  5. EDUARDO F. SOUZA

    acredito que este 'contrabando' tenha uma definição bem diferente no filme, já que é através deste que os personagens ganham a vida e levam o dinheiro e o pão para casa e família. Analisando por este ponto de vista, não é um ato tão vil. Acredito que para estes personagens nenhuma daquelas definições do dicionário são válidas, apesar de eles saberem que se trata de um ato ilegal perante a lei que os oprime.

    ResponderExcluir
  6. O colega Eduardo foi feliz com seu comentário,eu penso exatamente assim a respeito do filme,eles sabem que é ilegal mas na situação em que vivem é o meio de sobreviverem.

    ResponderExcluir
  7. Acredito que no filme, o contrabando era visto como pequenos bicos devido a falta de emprego,de oportunidades.Era a única saída para a sobrevivencia dos personagens algo reconhecido até por eles como ilegal tanto que atravessavam por caminhos alternativos mas que era o que lhes restava.Na minha opinião a definição do RAE que mais se aproxima do contexto do filme é o n°4 pois o contrabando é considerado ilegal,ilícito mas que diante da situação e de tantas outras formas de contrabando e ilegalidades que vivemos e que são aceitas se torna questão de sobrevivência.

    ResponderExcluir
  8. Penso que o contrabando,para os personagens naum tinha como objetivo apenas entrar em contradição com a lei,e tirar vantagens no não pagamento de impostos.Mas um caráter de sobrevivência para os mesmos ,pois,sua formação educacional não lhes permitia buscar outras oportunidades legal , mesmo sabendo que elas eram mínimas.
    Carla Simone Pereira Pereira

    ResponderExcluir
  9. O meu entendimento foi que as pessoas ,principalmente os atores principais do filme, passavam por muitas dificuldades financeiras, sem oportunidades de ter uma vida mais digna, eles praticamente foram empurrados para aquela situação de risco, que com certeza é o cotidiano de muitas pessoas, não somente as que moram nas fronteiras com outros paíse como se tratava o filme;A falta de emprego, oportunidades, pespectivas , fez com que aquelas pessoas fizessem aquele percurso, mesmo sabendo que estavam infringindo as leis daqueles países, eles tinham consciência tanto que a filha do casal , se negou a participar das "viagens", ela não queria aquela vida para ela, tinha seus sonhos; Luci Brose.

    ResponderExcluir
  10. Maria Isabel
    As famílias foram levadas a fazer o contrabando, pois era a unica maneira de sustentar sua família, pois como não havia empregos eles tinham que buscar mercadorias para revender. As famílias sabiam que era ilegal tanto que eles desviavam para trazer as mercadorias. Mas mesmo assim enfrentaram. No filme observamos que o que levaram eles a fazer isso, foi a falta de empregos, teriam que sustentar suas famílias e como iam fazer sem dinheiro.

    ResponderExcluir
  11. Camila Bueno Rodrigues11 de abril de 2010 18:40

    Camila Bueno Rodrigues
    O filme deu-me a entender que o contrabando era o único meio de sobrevivência para aquelas pessoas,mesmo sabendo que o perigo os perseguia,sendo que sempre tem alguém para comprar os produtos contrabandeados.Em fim gostei muito do filme,pois contou a realidade de muita gente e também mostrou alguns aspectos positivos,como a vontade da menina de estudar e ser jornalista.Foi maravilhoso.

    ResponderExcluir
  12. JULIANA DIAS DOS SANTOS

    Creio que o conceito mais adequado ao filme, "El baño del Papa",esteja relacionado no item 2,pois era do conhecimento dos personagens o pagamento dos direitos da aduana, tanto que estes desviavam o caminho para evitarem uma despesa a mais...que para eles não estava incluída nos seus orçamentos. Orçamento esse que não dava nem para cobrir as despesa de suas famílias.

    ResponderExcluir
  13. Elisabete da Silva Falcão12 de abril de 2010 06:07

    O significado de contrabando que mais se aproxima da realidade do filme é RAE 4, pois eles fazem algo ilegal mas que diante da vida que levam se torna uma falta leve. A luta constante pela sobrevivência num mundo de poucas oportunidades é muito mais importante e necessário do que pensar nos "erros" cometidos.

    ResponderExcluir
  14. Acho que o significado que mais aproxima no contexto do filme é o 2.apesar de o que levou os personagens do filme a praticarem isso foi a extrema nescessidade de sobreviverem apartir daquele trabalho.por não terem outra saida.
    Ana Paula Godoy(anapaulapaz.godoy@bol.com.br)

    ResponderExcluir
  15. DAUANA GARCIA MEDEIROS

    Como poder ser observado no filme, as personagens viviam com grande dificuldade, e o contrabando era visto como a única forma de gerar algum sustento para si e para a família, pois nas condições em que se encontravam, na conseguiriam grandes melhoras pois não hvia oportunidades para eles

    ResponderExcluir
  16. Dianifer Paz Machado

    Acredito que não, pois o real significado da palavra contrabando para a família de Beto era o de sobrevivência.

    Contrabando= Algo ilícito, mas a única forma de garantir o sustento da família.

    ResponderExcluir
  17. Tania Berenice Lima12 de abril de 2010 13:01

    Pode se observar no filme que contrabando é um meio de sobrevivência para os personagens,vindo a suprir suas dificuldades mesmo sabendo que era ilegal, e desviando caminhos pra não passar na duandas.

    ResponderExcluir
  18. Mesmo que o contrabando seja ilícito, no caso do filme El Baño del Papa,nada é feito para reprimir quem faz a encomenda das mercadorias, sabedores que a venda no comércio de alimentos é produto de fabricação brasileira, é comercializada sem nenhuma fiscalização. Portanto as autoridades são coniventes e ainda exploram as pessoas que fazem disso um meio de sobrevivência, pondo em risco a saúde e a segurança. Acredito que todas as definições se encaixam na situação,dependendo apenas de que lado a pessoa está, se corrompe ou é corrompido, porque não é só o lado uruguaio que se beneficia, mas também o comércio do Brasil que sobrevive e prospera com essa prática.
    Denise Silva.

    ResponderExcluir
  19. Laura Biesek Gonzalez
    "Introducción o exportación de géneros sin pagar los derechos de aduana a que están sometidos legalmente".
    Acredito que esta interpretação tem mais haver com o tema porque os personagens não pagavam nenhum imposto sobre o produto, trafegando ilegalmente com mercadorias trazidas de outros lugares já que não tinham condições financeiras de custear esses "impostos",tinahm que optar pela ilegalidade a fim de garantir o minimo para o sustendo de sua famila.

    ResponderExcluir
  20. Em primeiro lugar o filme é muito bom. Acredito que os personagens não se preocupavam tanto com o fato de o contrabando ser ilegal, pois é o meio de sobrevivência deles praticar esse ato considerado ilícito. Mas se não o fizessem como viveriam? Sandia Viana.

    ResponderExcluir
  21. Concordo com a colega,o filme mostra a realidade que vive uma sociedade, embora o contrabando seja ilegal para eles é um dos unicos meios de sobrevivencia,e cabe a nós não olhar com uma otica etnocentrica a cultura diferente da nossa,e sim temtar relativisar a otica,pois só assim abrimos as fronteiras do conhecimento.

    ResponderExcluir
  22. NO QUE PUDE ENTENDER E OBSERVAR NO FILME, A ATIVIDADE ILEGAL EXERCIDA PELOS PERSONAGENS ERA O ÚNICO MODO DE QUE ELES TIVERAM DE SOBREVIVÊNCIA; JÁ QUE, NÃO POSSUIAM GRANDES OPORTUNIDADES E DIANTE DESTE FATO, O CRIME QUE ERA COMETIDO SE TORNAVA LEVE, POIS, TINHA ATÉ MESMO A PARTICIPAÇÃO DE AUTORIDADES.( RAE 2 E 4 SUELEM COSTA DA SILVA )

    ResponderExcluir
  23. Com certeza os personagens do filme não encaram o contrabando como as definições colocadas acima, para eles é um mercado de compra e venda de onde provem seu sustento e sua sobrevivência.Apesar de ser uma atividade ilegal não os condeno , pois diante da miséria e das condições precárias de sobrevivência este pode ser considerado um crime leve, onde aqueles cidadãos ainda procuram manter o mínimo de dignidade provendo seu sustento através de um trabalho, mesmo este sendo ilegal.ÉRICA CARDOSO!

    ResponderExcluir
  24. O filme "El baño del Papa" nos mostra uma comunidade muito carente que viram no contrabando uma forma de sobrevivência e não viam essa prática como crime.
    Cláudia Simone Bastos

    ResponderExcluir
  25. Para os personagens do filme contrabando é uma forma ilegal de ganhar dinheiro.Diante das condições que eles se encontravam não tinha como escolher outro meio para se sustentar.Daiane Aguiar Mendonça.

    ResponderExcluir
  26. Muitas coisas são ilegais e mesmo assim as pessoas praticam, umas por não saberem direito o que estão fazendo, outras sabem e mesmo sabendo que é errado fazem. Você muitas vezes, vê nas manchetes, políticos que desviam dinheiro dos cofres públicos, dinheiro esse, que poderia mudar a vida de muita gente e dar condições para terem uma vida digna. Será que eles não sabem o crime que estão praticando? É claro que sabem! Mas mesmo assim fazem, não estão nem aí pra ninguém. É aquela velha história de sempre, primeiro eu, os meus interesses, os outros não importa. E o que dizer dos policiais corruptos, dos juízes, dos advogados, dos médicos, dos engenheiros, dos padres e tantos outros que tem por aí e ninguém faz nada para puní-los. O que dizer sobre os pedófilos, por exemplo?
    Punir uns pobre coitados, que não tem nem o que comer, vestir, é muito fácil, como mostra o filme. Contrabando nesse caso, é sim um meio de sobrevivência encontrado por eles para garantir o seus sustentos e de suas famílias.

    27/04/2010. Moisés Rodrigues

    ResponderExcluir
  27. Bom o filme mostra a total realidade nas fronteiras de nosso Pais, mas é igualmente aqui também, pois tem miséria, falta de habitação e higiene , contrabando , e não posso deixar de mencionar aqui é que também tem pessoas que fazem de tudo para VIVER com Honestidade e Dignidade sem jamais usar de "artimanhas" para obter vantagens a qualquer custos. Foi bom este filme. Adilson S.S

    ResponderExcluir
  28. Concordo com o colega Moisés. Falou tudo! O contrabando mesmo sendo ilegal era uma maneira de "trabalho" Tiéli Moura

    ResponderExcluir
  29. Concordo com o colega Moisés. Falou tudo! O contrabando mesmo sendo ilegal era uma maneira de "trabalho" Tiéli Moura

    ResponderExcluir
  30. No filme o contrabando aparece como uma forma de sobrevivência ,eles carregam mercadorias do Brasil para o Uruguai procurando uma melhoria de vida mesmo sem sustento de famílias é proibido por lei , mas eu penso que a definição do dicionário não mostra a realidade apena o que a palavra significa.

    ResponderExcluir
  31. Muito interessante esta gramática. Clara e objetiva. Chama nossa atenção.
    Sandia Viana.

    ResponderExcluir
  32. marisa de oliveira2 de maio de 2010 11:38

    ofilme muito interessante,porque mostra a realidade,os sonhos e a ingenuidade dos personagens,que cometem um crime sim,mas por total falta de opção.

    ResponderExcluir
  33. É um filme com muita representação cultural de um pais com dificuldades econômica, mas com muita vontade de batalhar no seu dia-a-dia, procurando, dentro das dificuldades, fortalecer o laço familiar sem precisar causar danos, no sentido de não corromper-se. Trata de um trabalho no seu entendimento honesto, para sustento da familia, numca perdendo a sua religiosidade.
    Ana Regina Azevedo

    ResponderExcluir
  34. Na minha opinião a definição que mais se aproxima da realidade dos personagens do filme é a de número 4, "Aquello que es o tiene apariencia de ilícito, aunque no lo sea. Venir de contrabando. Llevar algún contrabando".Mesmo se tratando de um ato ilegal,os personagens sabiam que o único meio de sustento de suas famílias era o contrabando.

    ResponderExcluir
  35. Eles contrabandeavam mercadorias porque não tinham outra alternativa para conseguir dinheiro para sustentar a família, e os comerciantes tambem apoiavam esse trabalho "informal" porque faziam as encomendas dos produtos que seriam trazidos do Brasil. (Fabrício M. Jardim)

    ResponderExcluir
  36. Para os personagens do filme o contrabando não tem a mesma definição do dicionário.Pois era o meio de trabalho que tinham em uma realidade diferente da nossa, sem uma perpectiva para o futuro como as nossas. Aquilo para eles era muito.

    ResponderExcluir
  37. Pois é, achei um filme legal mostrando a realidade.Era o meio de ganhar dinheiro que eles tinham,mesmo sendo ilegal era assim que tinha que ser.SHIRLEI DE JESUS MEIRELLES

    ResponderExcluir
  38. Meus colegas já disseram tudo, não tenho muito o que colocar, mas é isso mesmo, as pessoas eram quase que obrigadas a fazerem contrabando por única forma de sobrevivência.

    Alessandra Goulart D'Avila

    ResponderExcluir